blá blá blá, desabafos

Coisas que quero fazer ainda

Toda vez que eu vejo que completo anos, ou que alguém muito jovem morre, fico pensando que a vida é muito curta e incerta. Posso muito bem viver 100 anos, como não passar dos 30 (bate na madeira). E toda vez que penso isso, vejo que existem milhares coisas que eu ainda pretendo fazer:

– Viajar para fora do país: já fui pro Paraguai, quando pequena, mas isso não conta. Sempre foi um sonho meu viajar para anywhere neste mundo. Mas é tão simples fazer isso, por que ainda não o fez Carol?
Sabe aquele velho costume de deixar sempre pra depois, que agora não dá porque a grana tá curta, ou, não to podendo tirar férias, enfim, sempre tenho uma desculpa pra não realizar;

– Ir em uma feira de antiguidades: mas que coisa mais tola de se fazer? Pois é, mas eu tenho muita vontade de ir numas que valem a pena, tipo as do Bexiga/SP, ou na de Belo Horizonte. Aqui em Floripa, até tem, mas né, se for pra ir em uma, tem que ser A FEIRA;

– Tocar violão: acho que é uma vontade em comum com uma galera que eu conheço. Quem sabe eu abro uma associação dos que querem aprender a tocar. Já pensei em comprar um violão pra mim e quando comentei com meu marido, ele “Pff, já estou vendo o violão encostado num canto de casa”. Tá, meu histórico para concluir as coisas não é lá muito bom, mas com esse incentivo, com certeza me ajuda muito.

– Fazer uma tatuagem: sabe, essa é bem mais difícil que tocar violão. Uma porque odeio sentir dor (e quem gosta?), outra que eu NUNCA SEI O QUE TATUAR! Já pensei em tatuar uma banana, uns passarinhos voando, um coração na nuca, um “Ronaldo” na bunda <— tá, é mentira hahaha.

– Terminar minha faculdade de design gráfico: Depois que eu descobri que amava trabalhar com design – isso com 25 anos – decidi cair de cabeça e bater o pé aqui em casa, para defender minha vontade. Quando consegui finalmente estudar, vi na prática que eu realmente nasci pra isso. O problema é que em terra de administradores bem sucedidos, um designer freelancer não é bem visto. O FODA aqui em Floripa, é que é longe, à noite, e marido fica com receio de eu ir sozinha pra aula. Pensa na minha situação. Não estou querendo ficar de mimimim (como diz a minha amiga Mariana), e concordo que quando se quer algo, tem que correr atrás e deu, mas pensa numa CHATICE seu pai, mãe e marido preocupados com você (Floripa não é mais o paraíso minha gente) e você se sentindo mal por isso. Mas eu decidi que ano que vem, eu volto as minhas aulas. Pronto!

Anúncios
Padrão

Um comentário sobre “Coisas que quero fazer ainda

  1. fpolis tá fácil não né?

    viajar tem parecido tão fácil nos últimos anos né? e nós aqui enrolando, vish

    sou dessas que curte conhecer feira de antiguidades também mas pros lados de cá não rola nada

    tem 3 violões aqui em casa, um inclusive é meu, e nunca nem brinquei com eles apesar da vontade de aprender

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s